O exemplo da Escola de Sagres

Um breve recorrido histórico oferece inúmeros exemplos de como uma virtuosa relação entre teoria e prática podem mudar o curso da história. Um deles é especialmente marcante, por estar intimamente ligado à História do Brasil, e nos remete à Escola de Sagres, fundada no Século XV em Portugal.

Especialistas em construção naval, em cartografia e em navegação reúnem-se em torno de um grande projeto: tornar Portugal uma potência náutica. Um ambicioso projeto inovador, cujo segredo dependeria da interação de conhecimentos teóricos com experiência prática.

Os integrantes da Escola de Sagres dedicaram muito tempo a esse tipo de exercício intelectual: desenvolveram abstrações teóricas, reuniram informações sobre sucessos e fracassos de expedições marítimas de longo curso, aprenderam com os erros e conseguiram chegar a inovações nas técnicas de navegação e de construção das caravelas revolucionários para a época.

Os resultados são conhecidos. Reinventou-se a geopolítica a partir da exploração da costa ocidental da África, a descoberta do caminho marítimo para as Índias e a chegada dos europeus ao continente americano: dava-se, ao conhecimento, um “Novo Mundo”.

Fonte: https://www.linkedin.com/pulse/pr%C3%A1tica-sem-teoria-carlos-alberto-dos-santos/

Deixe um Comentário