Skip to content

XXIV Foro Ibero-Americano Sistemas de Garantias e Financiamento para PME

Innovación y Cooperación em la Financiación de la PYME
XXIV Foro Ibero-Americano Sistemas de Garantias e Financiamento para PME

A carência de garantias é uma das principais restrições para a ampliação do acesso e redução de custos do crédito no segmento Pessoa Jurídica de pequeno porte.

Como alterar esse quadro?

Uma diminuição substancial do risco de crédito e, consequentemente, da inadimplência e dos custos das operações são os objetivos dos Sistemas de Garantias de Crédito (SG), uma inovação financeira com uma já longa trajetória em muitos países da Europa, América Latina e Asia.

Para realizá-los o SG deve (1) oferecer uma garantia de crédito de cobertura direta, irrevogável e incondicional (condição necessária) e (2) contribuir para reduzir a assimetria de informação e o risco moral das operações de crédito garantidas (condição suficiente).

A experiência internacional com fundos garantidores, garantias mútuas e cooperativas de garantias demonstra que muitos destes mecanismos contribuem para ampliar mercado e reduzir custos das operações no segmento PJ.

E a experiência brasileira com Sistemas de Garantias?

Os desafios e oportunidades dos Fundos de Aval – FGI (BNDES), FAMPE (Sebrae) e FGO (Banco do Brasil) – e Sociedades de Garantias de Crédito (SGC) em nosso país estarão no centro da agenda do XXIV Foro Ibero-Americano Sistemas de Garantias e Financiamento para PYME – Innovación y Cooperación em la Financiación de la PYME, nos dias 26 e 27 de setembro em Foz do Iguaçu.

Informações: foroiberoamericano@redegarantias.com

#XIVForo #Iberoamericano #garantias #crédito #pyme #fundosdeaval #SGCs #inovação #Cosinergia

Deixe um Comentário